“Networking internacional e intercâmbio cultural – o que eles têm em comum?” por Felipe Jendiroba

Criar uma rede de relacionamentos produtiva não é tarefa fácil. Mantê-la é mais difícil ainda. E o que dizer de uma rede internacional de relacionamentos? Logicamente um network internacional não tem a mesma utilidade para todos. Um vendedor local de produtos simples, muito especializado em seu nicho de mercado, talvez não se beneficie tanto em ter amigos nos quatro cantos do mundo. Talvez o esforço demandado não gere um retorno expressivo. Mas até mesmo esta idéia mais simplória de network tende a mudar. Falar de globalização é lugar comum. Ela já não é o futuro. É passado e presente, especialmente no universo das médias e grandes corporações. Cursos, pesquisas, workshops são uma realidade de quase todos os profissionais hoje em dia. Já para um executivo, um médico, um professor universitário, um advogado e para muitas outras carreiras, o networking internacional passa a ser cada vez mais um diferencial competitivo.
Mas com como criá-lo e cultivá-lo? Poucas pessoas percebem, mas um intercâmbio pode ser uma das formas mais fáceis de se iniciar uma rede de contatos internacional. Desde o relacionamento com a host family (família hospedeira) ao contato com os colegas de aula ou de trabalho no exterior abrem portas para uma eventual visita no futuro ou até mesmo para uma relação comercial. Quando se fala de intercâmbio, estamos tratando não apenas do intercâmbio tradicional, em que um jovem faz um semestre ou ano letivo em outro país, mas também de intercâmbios acadêmicos e profissionais. Um curso de extensão numa universidade pode ser uma porta aberta para uma parceria com um professor renomado na publicação de um artigo, por exemplo. Ou o trabalho em um resort americano no período de férias da universidade pode ser uma catapulta para uma oportunidade profissional ligada à sua formação acadêmica daqui a 5 anos.
De uma forma ou de outra, os conceitos do Networking se aplicam tanto numa rede internacional, como numa rede local. Como bem tem ressaltado o autor do blog em seus posts anteriores, a base de tudo são os contatos pessoais, a reciprocidade, querer ajudar para depois poder ser ajudado, estar aberto a novas experiências, comunicar-se com eficiência, entre vários outros aspectos. Muitos dirão: “mas como vou me comunicar bem se estou fazendo intercâmbio justamente para aprender o idioma?” Ora, é sabido que o idioma é apenas uma das formas de se comunicar. O medo de errar, aqui, deve dar lugar à vontade de se inserir em um novo contexto, fazer novas amizades, aprender como se relacionam pessoal e profissionalmente as pessoas em uma outra cultura. E para isto, serve a fala, a escrita e até a mímica! O importante é estar disposto a se relacionar.
Por último, como cultivar esta rede internacional? Uma história familiar interessante pode ajudar a abrir a mente para o fato de que hoje, cultivar uma rede internacional é muito mais fácil do que há 20 anos atrás. Meu pai fez seu primeiro intercâmbio em 1972. Imaginem que, para se comunicar com a host family antes do embarque, escrevia cartas que levavam 15 dias para chegarem ao destino. Hoje ele está recebendo, em sua casa, uma intercambista. Esta menina é filha da “irmã americana” mais nova de meu pai. E sabem quanto tempo leva para ela se comunicar com sua família biológica? Talvez 1 segundo. Facebook, Twitter, Messengers, E-mail, celulares e por aí vai. Manter contato com os amigos se tornou hoje infinitamente mais fácil. Ou seja, cultivar sua rede de contatos, mesmo que parte dela esteja na China, só depende de você.
Faça um intercâmbio e comece a criar seu Network Internacional!

Por Felipe Jendiroba – Diretor – www.intercultural.com.br 

Anúncios

Sobre danielhomemdaluz

Gerente Comercial, Consultor Comercial, Coaching, Palestrante e Corretor de imóveis.
Galeria | Esse post foi publicado em Intercambio, Internacional, Networking e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s