O funcionário bonzinho | Jump!

O funcionário bonzinho | Jump!.

 by 

Certa vez recebi um texto por e-mail que me deixou preocupado, o texto falava sobre perfis de funcionários. Para ser mais exato, descrevia as principais características de um funcionário bonzinho.

Foi quando percebi que, muitas das características descritas, faziam parte do meu próprio perfil. Senti-me o cara mais babaca da face da Terra, se não do Universo!

Comecei então a me questionar e a encontrar respostas para muitas situações que ocorreram em minha trajetória profissional. Que vergonha! Logo eu, que sempre me achei um cara atencioso, super educado, sempre de prontidão, interessado… Eu era um funcionário bonzinho.

A principal característica que me despertou atenção, aquela que me deu um soco no estômago, era a grande dificuldade em dizer NÃO! Meu Deus! Como era difícil… Já o SIM, fluía com uma enorme facilidade, como se eu mesmo tivesse inventado essa minúscula palavra, mesmo que minha vontade fosse dizer: “O quê?! Você está louco?!“. O SIM tinha uma força incontrolável.

Mas aquilo, por muitas vezes me fez sentir bem, não sei bem como, mas que fazia, fazia. Adorava quando as pessoas diziam que eu era gentil, prestativo, e blá blá blá…

O tempo foi passando, algumas promoções acontecendo e eu ali, na minha não mais tão fofa e confortável cadeira que girava.

É, a vida nem sempre é justa! Mas o importante e aprender com os erros, tanto com os nossos, quanto com os dos outros, como já dizia Martin Vanbee.

Abaixo, está o texto que recebi no e-mail que falei, e, procurando na internet, descobri que fazia parte de uma série do Max Gehringer, Emprego de A a Z, que passava aos domingos no Fantástico. Achei o vídeo e coloquei o link no final deste artigo.

O que eu espero com este artigo? Sei lá! Além de contar sobre esta experiência, espero despertar o funcionário BOM que têm dentro de todo funcionário BONZINHO.

O funcionário Bonzinho

 Em empresas, existem três tipos de funcionários: o bom, o ruim e o bonzinho. Dia mais, dia menos, o ruim vai para fora. O bom vai para cima. Mas o bonzinho continua sempre no mesmo lugar.

Apesar de ele ser simpático e competente, de ser apreciado pela chefia e de ser estimado pelos colegas,a carreira do bonzinho não deslancha. E ele não consegue entender onde está o erro. A questão é que o bonzinho não tem aquilo que as empresas chamam de “o perfil”. Ele não é agressivo. Não mostra espírito de liderança. Não faz a diferença.

Então, para quem está meio em dúvida se é bom ou é bonzinho, aqui vão as cinco características do bonzinho:

Primeira: o bonzinho é ouvinte. Numa reunião, evita dar palpite. E está sempre fazendo aquele gesto de positivo com a cabeça.

Segunda: o bonzinho concorda com tudo, principalmente com aquilo que não concorda. Sempre acha que é melhor não arrumar confusão e conversar depois, com mais calma.

Terceira: o bonzinho não desafia ninguém. Não gosta de discórdia. Para ele, o empate é sempre um ótimo resultado.

Quarta: o bonzinho nunca desabafa. Mesmo quando está uma arara, ele continua com aquela expressão de manequim de loja de shopping.

Quinta: o bonzinho detesta aparecer. Se surgir uma daquelas raras oportunidades de matar um dragão e virar o herói da empresa, o bonzinho prefere ficar sentado e esperar o dragão morrer de velho.

No fundo, o bonzinho é o funcionário que todo mundo quer ter como colega. Ele não faz intriga, não puxa o tapete de ninguém, e está sempre disposto a ajudar a quem precisa de ajuda. Por isso mesmo, chefes e colegas preferem que ele continue onde está, contribuindo positivamente para o ambiente de trabalho.

Na verdade, o bonzinho está sendo vítima do egoísmo geral, e todo mundo lhe daria inteira razão se ele reclamasseMas ele não reclama, porque é bonzinho.

Max Gehringer.

Se você quiser pode assistir ao vídeo: Max Gehringer – De A a Z – O funcionário Bonzinho

Anúncios

Sobre danielhomemdaluz

Gerente Comercial, Consultor Comercial, Coaching, Palestrante e Corretor de imóveis.
Galeria | Esse post foi publicado em Artigos, Cenários, RH e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s