Tire suas dúvidas sobre o 4G no Brasil – Tecnologia pessoal – Notícias – INFO

Tire suas dúvidas sobre o 4G no Brasil – Tecnologia pessoal – Notícias – INFO.

Por , de INFO Online

Reprodução

São Paulo – O prazo estipulado pela Anatel para que as operadoras realizassem a estreia da rede 4G(LTE) no Brasil se encerra nesta terça-feira (30).

Pelo cronograma, as operadoras devem oferecer cobertura do 4G em pelo menos 50% do espaço urbano das seis cidades-sede da Copa das Confederações: Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro e Salvador.

De início, houve muita reclamação por parte das teles de que o prazo de um ano estipulado pela Anatel não seria o suficiente. Mas, o Ministério das Comunicações afirmou que os contratos seriam cumpridos, sem atrasos. E foi o que aconteceu.

As quatro grandes operadoras brasileiras – Claro, Oi, Vivo e TIM -, já apresentaram seus planos e estratégias para o 4G no país. Mas algumas dúvidas ainda pairam sobre os usuários. Veja nas perguntas e respostas a seguir como funcionará o 4G por aqui.

1 – Qual o cronograma para o 4G no Brasil?

A primeira parte foi entregue no dia 30 de abril. Mas o cronograma segue até 2017. Confira as datas:

Dezembro/2013 – Chegará a vez das cidades-sede da Copa do Mundo receber o 4G: Cuiabá, Curitiba, Manaus, Natal, Porto Alegre e São Paulo.

Maio/2014 – Todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes.

Dezembro/2015 – Municípios com mais de 200 mil habitantes.

Dezembro/2016 – Municípios com mais de 100 mil habitantes.

Dezembro/2017 – Lugares com mais de 30 mil habitantes terão ao menos uma operadora com 4G.

2 – Quais as diferenças entre o 4G e o 3G?

A principal diferença está na velocidade do serviço. O 4G promete ser até 10 vezes mais veloz que o 3G. Enquanto o 3G tem média de velocidade de 2 Mbps (com picos de 14,4 Mbps), o 4G oferece em média  7 Mbps, podendo chegar a 20 Mbps.

3 – Qual a diferença entre 4G e LTE?

Long Term Evolution (LTE) é uma das tecnologias usadas na implantação de redes de quarta geração e é a que está sendo adotada no Brasil. Em alguns países, como México e Argentina, existem redes 4G baseadas em outras tecnologias, como WiMAX.

4 – Os celulares atuais são compatíveis com o 4G?Não. Para utilizar a rede 4G é preciso ter um aparelho que venha com conectividade LTE. No entanto, no Brasil ainda são poucos os modelos com esta tecnologia, mas esta oferta deve aumentar conforme as operadoras forem ampliando a conexão no país.

Alguns exemplos de aparelhos são: Motorola Razr HD, Nokia Lumia 920 e Lumia 820, Galaxy S4, Galaxy S III 4G, Sony Xperia ZQ e o tablet Galaxy Note 10.1. Veja aquialguns modelos.

5 – E dispositivos 4G comprados no exterior?

Estes talvez não funcionem no Brasil. Isto porque, a rede 4G no país usará uma faixa de frequência que não é a mesma presente em outros lugares. Por aqui, o 4G funcionará na faixa de 2,5 GHz. Nos Estados Unidos, por exemplo, a faixa utilizada é de 1,7 GHz. Desta forma, é possível que aparelhos comprados no exterior não funcionem na rede 4G brasileira.

6 – E os produtos da Apple?

Atualmente, os modelos 4G da Apple, como iPhone e iPad, não são compatíveis com a frequência brasileira. Mas a empresa disse que pretende resolver esse problema em breve, assim que a rede 4G brasileira estiver mais consolidada.

7 – Aparelhos 4G irão acessar a rede 3G?

Sim, todos os aparelhos compatíveis com o 4G, também funcionam nas redes 3G e 2G (EDGE).

8 – Os serviços ofertados serão mesmo de quarta geração?

A definição oficial da União Internacional de Telecomunicações (ITU) diz que uma linha 4G deve oferecer acesso à internet a 100 Mbps em deslocamento rápido (em movimento) e a 1 Gbps quando imóvel. Mas os serviços chamados de 4G pelas operadoras trabalham em velocidades menores, por motivos operacionais. A ITU os considera como serviços de transição para futuras redes mais velozes.

9 – Os planos 4G serão mais caros?

Inicialmente, sim. Mas a tendência é que os pacotes fiquem mais em conta conforme a disponibilidade do 4G for ampliada no Brasil. Como em 2013 apenas as seis cidades-sede da Copa das Confederações irão receber a tecnologia, é provável que os preços fiquem mais competitivos apenas a partir de 2014.

10 – Existem projetos para redes 5G?

Há estudos sobre como poderá ser uma rede de comunicação móvel ainda mais avançada que a 4G. Mas o nome 5G é usado apenas informalmente. Não há nenhum padrão de telefonia oficialmente chamado de 5G. Desde que os primeiros celulares surgiram, em 1981, tem aparecido uma nova geração a cada década (2G em 1992, 3G em 2001 e 4G em 2011). Assim, a próxima geração só deve começar a se materializar depois de 2020.

Anúncios

Sobre danielhomemdaluz

Gerente Comercial, Consultor Comercial, Coaching, Palestrante e Corretor de imóveis.
Galeria | Esse post foi publicado em 4G, Artigos, Dicas, Internet Móvel, Marketing, Networking, Tablets, Tecnologia, Telefonia, Tendências e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s